domingo, 3 de abril de 2011

Resenha #11

Percy Jackson e os Olimpianos - O Ladrão de Raios , Rick Riordan

Sinopse: Em O Ladrão de Raios, primeiro volume da saga Percy Jackson e os Olimpianos, os deuses do Olimpo continuam vivos, se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Passa por experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida.


http://4.bp.blogspot.com/_S9L-OcdSaqY/S_Qs553uQNI/AAAAAAAAAAk/v_zTTrbW9tE/s1600/o-ladrao-de-raios.jpgResenha:

Demorei demais para comprar esse livro, acho que fiquei um pouco frustrado depois de ver o filme no cinema há uns dois anos atrás. Então peguei uma promoção no Submarino e comprei todos de uma vez.

Acho que é difícil resenhar um livro que hoje em dia é famoso, e muito adorado. Ainda bem que só tenho elogios à escrita de Rick Riordan.
Imagine todos aqueles contos que você já ouviu sobre monstros e deuses olimpianos, agora transporte ela para os dias de hoje, e crie personagens empolgantes e aventuras de tirar o folego. Isso é o primeiro livro da série “Percy Jackson e os Olimpianos”.

Percy é o protagonista da estória, ele é um garoto disléxico que esta sempre sendo expulso de escolas por criar confusões. Em meio a uma excursão escolar, Percy é atacado por um monstro, mas ele não sabe se aquilo foi real. Até que ouve uma conversa entre seu professor e seu melhor amigo Grover, sobre Ele estar em perigo.
Depois um tempo Percy vai saber mesmo que esta em perigo já que ele é um Meio-Sangue, sim, Meio-Sangue ele é filho de uma humana com um Deus. E terá que ir para um acampamento que é o único lugar seguro para esses filhos de deuses.
No acampamento ele conhece ele descobre que é filho de Poseidon o Deus do Mar, e que esta sendo acusado de usar seu filho para roubar o Raio de Zeus o deus do céu. Sendo assim, Percy, Grover (que é um sátiro, meio menino meio bode) e Anabeth (filha de Atena), irão sair em uma missão para recuperar esse Raio, limpar o nome de Percy e evitar uma guerra entre os deuses.

Cheio de partes engraçadas e depois mistérios de tirar o folego, O Ladrão de Raios não se perde em nenhum momento. Uma estória feita sob medida para não só o publico infanto-juvenil, mas para o adulto também.
Se você como eu, não gosta nada de história e tem medo de ficar perdido por não conhecer nem metade dos deuses, não se preocupe. Riordan deixa tudo tão bem leve, que você é quem irá se interessar por saber mais.
Não é atoa que Rick Riordan ganhou vários prêmios. Percy Jackson e os Olimpianos se tornou uma das minhas séries preferidas em estória fantástica juvenil.

1 comentários:

Ana Ferreira disse...

Assim como você, não tinha muito interesse em ler Percy Jackson pelos comentários sobre o filme.
Depois, entretanto, peguei-os sem querer por tê-los aqui em casa (meu irmão adora a série) e me entreguei completamente à leitura. Li toda a série em uma semana >_<
heiuehieuheiuhe
Não tenho críticas a Rick Riordan, assim como você. A história é excelente, tem um ritmo delicioso e nos deixa sempre excitados para saber o que vem depois.

Beijos,
Ana - Na Parede do Quarto

Postar um comentário