quinta-feira, 28 de abril de 2011

Resenha #14

Fallen - Lauren Kate

Sinopse: Luce Price acaba de ser mandada para a Sword & Cross, um reformatório. O motivo? Algo inexplicável até mesmo para ela. O colégio parece um lugar esquecido por todos, com prédios assustadores e um cemitério no jardim. Os alunos em um primeiro momento são igualmente assustadores quanto a escola, mas não demora muito para Luce perceber quem se destaca. Ela conhece Daniel Grigori, misterioso e totalmente complicado. Em um primeiro momento um tremendo babaca, que consegue ser completamente estúpido. Porém Luce não desiste, ela sente que o conhece de algum lugar, de alguma forma ele é ligado a ela.

Ao fim ela percebe que isso não é apenas uma paixão de colégio, e que muito mais pessoas dependem disso.


http://1.bp.blogspot.com/_n8Srb-AO1P0/TIbsPrDqROI/AAAAAAAAADE/Q1Q8VifjpXI/s1600/Fallen+%E2%80%93+Lauren+Kate.jpgResenha:

Lauren Kate nos trás um romance tão sombrio e de clima tão pesado, que é difícil você não se arrepiar em algumas partes. 

 Quando comecei a ler Fallen, eu estava sem expectativa nenhuma. Já tinha lido algumas resenhas criticando o livro e quando olhei para o número de páginas e só de pensar que teria que enfrentar mais um romance sobrenatural me deu vontade de desistir.
E agora que eu terminei e estou completamente desesperado por Tormenta é que eu percebo que não estava mais errado.


A estória segue Luce, uma garota que desde criança sempre foi atormentada pela companhia de sombras. Mesmo essas sombras não atacando Luce, sempre a deixava tensa, e como ninguém normal poderia ver sombras ela é levada a vários psiquiatras pelos pais. Mas quando a vida de Luce parace esta se encaixando em uma escola para ela vê seu primeiro pretendente virar cinzas, literalmente pegar fogo, no seu primeiro beijo, e assim ela é mandada a Sword and Cross um internato para adolescentes problemáticos.

No primeiro dia de Luce, ela conhece pessoas que seriam seus futuros amigos. Entre eles Ariane uma garota que faz jus ao reformatório para problemáticos, a encrenqueira da Molly que Luce acha que seria seu único problema dali para frente, e Pen a única garota aparentemente normal. Luce também a um garoto, Cam, que parece ser um cara legal e que gosta dela logo de primeira vista e também ao misterioso Daniel Grigori. Que deixa Luce com uma incrível impressão de já o ter conhecido, e mais do que conhecido faz Luce se apaixonar a primeira vista. Mas Daniel é mistério, e quando coisas mais estranhas do que já aconteceu em toda a vida de Luce começa a acontecer ela vai ver que está mais envolvida do que parece.


O livro tem um ritmo lento no começo, eu estava completamente perdido. No começo eu ficava imaginando se o livro fosse em primeira pessoa, teria um rendimento maior. Mas quando você conhece a personalidade de Luce, que é lerda demais (tá que ela sofreu a vida toda com as sombras e é aparentemente culpada pela morte de um garoto). E que você vê que a escolha em terceira pessoa foi à coisa certa.
No começo também não entendia a atitude de Daniel, uma hora atencioso demais e em outra grosso demais. Mas com o desenrolar da estória, que começamos o que realmente é o tema do livro é que a coisa muda. Ainda continuo sendo Team Cam.

Se você conseguir enfrentar todo o começo enrolado, e chegar à parte onde tudo começa a se esclarecer você verá que vale muito apena. Sem contar que a autora deixa muitos pontos aberto para os próximos volumes.


0 comentários:

Postar um comentário